Você está em:

Home

Notícias

Acismo e autoridades cobram efetividade nas obras das rodovias federais da região

Falta de dinheiro é o principal entrave na execução das obras

Evento realizado no final da tarde desta sexta-feira (2), no auditório da Associação Empresarial de São Miguel do Oeste, reuniu diretores de entidades e prefeitos da região da Ameosc, para uma conversa sobre a situação das rodovias federais da região, com a presença dos Deputados Estadual Maurício Eskudlark e Federal Jorginho Mello, e o superintendente do DNIT, Vicelar Preto.

Na oportunidade, entidades e autoridades cobraram uma ação mais efetiva em relação a recuperação das BRs 282 e 163, que estão em situação caótica. A principal solicitação se dá em relação aos investimento para a recuperação definitiva das duas rodovias.

Segundo o presidente da Acismo, Cesar Signor, a obrigação da Acismo, que representa mais de 470 empresas, é de cobrar a efetividade dos governos. “Foi uma oportunidade de sabermos realmente como está a situação dessas duas rodovias. Há muito prejuízo material, mas também com muitos riscos para quem transita por elas. Quem circula por ela está sempre a mercê de algo pior”, ressaltou Signor.

O vice-presidente da Fiesc Extremo-oeste, Astor Kist, foi duro nas críticas ao Governo Federal e ao DNIT. “É necessário que governo e DNIT tomem um pouco de vergonha e assumam a revitalização dessas rodovias. A nossa principal via de acesso e que nos liga à capital do Estado, a BR 282, de Chapecó até São Miguel do Oeste está praticamente intransitável novamente. Por essa rodovia escoa toda a riqueza produzida na nossa região”, disse Kist.

O Deputado Estadual Mauriício Eskudlark também foi enfático quanto aos prejuízos causados e ressaltou a importância da cobrança de entidades, prefeitos e demais representantes políticos. “Há um prejuízo muito grande para a economia e risco aos usuários, além dos problemas graves da Willy Barth, que precisa de passeios e uma ciclovia. Toda hora estamos, junto com representantes da Acismo e demais entidades da região, outros colegas deputados, cobrando do DNIT uma solução. Assim, com a vinda do Vicelar e do deputado federal, Jorginho Melo, à região, conseguimos agendar essa reunião para sanarmos todas as dúvidas recorrentes”, colocou Eskudlark.

Já o Deputado Federal Jorginho Mello foi direto na resposta. “Falta dinheiro! Tendo Dinheiro Está tudo resolvido. Ano passado conseguimos fazer um aporte de recursos e agora mais um pouco, para que a obra comece a andar. Há muita enrolação há muito tempo. Tem agora, de Chapecó até São Miguel a licitação está pronta e está na justiça, cuja resolução deve se dar em 15 ou 20 dias”, afirmou o deputado.

Segundo Preto, a BR 282, no trecho de Ponte Serrada a Chapecó já teve a ordem de serviço entregue, com um projeto de mais de R$ 70 milhões. No trecho de São Miguel do Oeste a Chapecó e a BR 158 o entrave está na justiça. “O processo foi judicializado e estamos aguardando a posição da Justiça para saber qual a empresa vencedora. É um contrato de cerca de R$ 160 milhões, que possibilitará toda melhoria na restauração, terceiras faixas, trevos de acesso aos municípios. Na BR 163, tem agora uma implementação de recursos, aguardado há dois anos, e por isso as obras estão em ritmo tão lento e somente no trecho de São José do Cedro. Agora estamos empenhados para que a empresa faça esses serviços, pois agora temos esses recursos”, disse ele.

Vicelar aponta que o entrave está na realização do inventário da faixa de domínio e da faixa não edificável, de responsabilidade do Governo do Estado. “Dependemos da finalização desse inventário e do repasse oficial da rodovia ao DNIT, para então fazermos a licitação para recuperação do trecho”, disse ele.

O prefeito de Guarujá do Sul e presidente da Ameosc, Cláudio Weshenfelder, cobrou uma posição quanto a federalização da SC 163, que apresenta pontos críticos entre Descanso e Itapiranga.

Solicitação

Ao final do encontro Signor entregou dois ofícios aos deputados. Um deles, do Conselho das Entidades, direcionado ao diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT), Valter Casimiro Silveira, solicitando atenção às rodovias da região, e outro, da CCO da Faismo, direcionado ao presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), Silvio Dreveck.

Fonte: Agência IAF

Compartilhe

ACISMO

Logomarca

Rua Sete de Setembro, 2307
Centro Comercial Andromeda, Sala - 401-G
São Miguel do Oeste - SC

Fone: (49) 3622.0879

Todos os direitos reservados. ACISMO. 2017

Desenvolvido por: DBlinks - Agência Digital